Fiquei sem crachá e nunca mais procurei emprego…

Porque escrevi esse texto?

Há cerca de 3 meses publiquei no meu perfil do Facebook o texto abaixo, entitulado de “Fiquei sem crachá e nunca mais procurei emprego…”

Desde que comecei a trabalhar em casa pela internet, não publiquei muitas coisas do meu trabalho no meu perfil pessoal.
Quando faço, costumo restringir a privacidade apenas aos meus colegas que se interessam pelo assunto, mas na ocasião eu resolvi abrir uma exceção…
Naquela semana aconteceram fatos importantes que me fizeram ter o desejo de dividir com TODOS aqueles que conheço e que me conhecem. Por isso eu publiquei o texto que segue:

Empreendi com meu coração e minha sinceridade

Empreender na Internet não é uma coisa simples, é algo difícil de explicar até pra mãe da gente, né mãe?! rs rs rs
Superação, transformação, persistência, recomeço, mindset são apenas algumas poucas, das muitas palavras que precisam estar entranhadas em você TODO SANTO DIA quando você decide empreender.
E se for na internet, pode multiplicar por 1000, pois você ainda tem que aprender um mundo inteiro de coisas novas, lutar contra a procrastinação, contra suas crenças limitantes, falta de foco, overdose de informações, além de ter que entender uma porrada de coisas que estão erradas em você mesmo e que você nem fazia ideia que existiam. Só assim você se liberta.
Ah, sem deixar de mencionar a parte técnica…
Aprender a configurar site, email mkt, neuro marketing, técnicas de persuasão, gatilhos mentais, enganar o Facebook, convencer o Google, ranquear o site, editar vídeo, mexer no photoshop, resolver problema no plugin, ubuntu, linux… é mermão… parada é punk! rs
Sabe trocar pneu com o carro andando? Rodar os pratos? Pois é…
Você tem que se reinventar, aprender tudo novo, começar do zero e tem que fazer isso na velocidade da luz porque a Internet é dinâmica. Se você não é faca na caveira… você fica pra trás.
Por outro lado, e pra você ter ideia de como isso é muito louco, Empreender na Internet é algo extremamente acessível e totalmente viável pra qualquer pessoa que REALMENTE QUEIRA.

Sobre as crenças limitantes

Esse medo que as pessoas tem de charlatanismo, essa coisa de pensar que só existe empreendedorismo de palco, essa mania de pensar que tudo na internet é mentira ou é de graça? Mais crenças limitantes com as quais você precisa brigar (com você mesmo).
O que os outros pensam, só atrapalha a eles mesmos e os fazem perder grandes oportunidades.
Depois que eu “Fiquei sem crachá e nunca mais procurei emprego”, decidi empreender quietinha, com o apoio só de quem tá do meu lado o tempo todo.
E eu QUERIA MUITO! E foram muitas comemorações “quietinhas” a cada pequena conquista (meu marido e eu).
Montei meu negócio online, o Fiquei sem crachá, e hoje, depois de muito sangue nos olhos e faca nos dentes, sinto que estou começando a conquistar meu espaço.

Comecei a colher os frutos

Essa semana duas coisas me mostraram isso:
A primeira foi “aparecer na televisão”…  Me belisca que eu tô sonhando! Pois é!
Mas aconteceu mesmo.

ENTREVISTA NA RECORD – CLIQUEI ACHEI PARA NEGÓCIOS

Quando comecei a Empreender, nem nos meus maiores sonhos podia imaginar que um dia EU seria CITADA como referência em uma ENTREVISTA NA TV. Realização profissional incrível! "Você pode não se dar conta quando isso acontece, mas um chute nos dentes pode ser a melhor coisa do mundo pra você." Walt Disney

Posted by Luana Franco on Monday, September 12, 2016

Ser apontada como uma referência em Marketing e poder participar desse projeto incrível, o Cliquei Achei para Negócios, ao lado de profissionais sérios que enxergaram potencial em mim é realmente sonhar acordada.
Estou muito grata por isso. A TV foi só a cereja do bolo. O bolo inteiro mesmo é esse projeto sensacional. Obrigada Harlane Castro!
A segunda, e mais especial pra mim, foi esse artigo aí abaixo.
O reconhecimento de uma talentosa empreendedora, a Samira Mara Valim, que acreditou no meu trabalho, confiou na minha indicação e decidiu empreender também.
Ela conhece bem a minha história. Quem quiser saber o que aconteceu comigo nesse último ano, vai entender direitinho lendo essa matéria.
Hoje ela tem seu próprio negócio online, um blog incrível chamado “Idéia que Transforma”, e eu não tenho dúvidas de que muito em breve, também será tema de uma matéria tão inspiradora quanto essa que ela escreveu.

Felicidade Define! 

Aquela semana foi Épica. Escrevi esse texto quando estava sentindo aquela sensação rara de dever cumprido! Só essa frase vinha a minha cabeça: Uma sensação gostosa de que todo o esforço valeu a pena.
Ops, escrevi demais! Virou um artigo! E claro, por isso, eu publiquei aqui no blog. Business are business, my friend! rsrsrs.
Obrigada meu Deus! Obrigada!
5 (100%) 1 vote

Comentários

Comentários