Fiquei desempregado. E agora?

Fiquei desempregado. E agora?

Há pouco mais de um ano atrás, se você me dissesse “Fiquei desempregado”, a primeira coisa que eu aconselharia você a fazer seria refletir sobre os reais motivos que o levaram a ser demitido.

Em seguida começaríamos a traçar um plano de recolocação no mercado de trabalho, incluindo a reestruturação do seu currículo e planejamento dos seus próximos passos. Mas, em tempos de crise, as coisas mudam. As chances de você ter sido demitido em função da realidade do país aumentaram vertiginosamente. Aqueles que conseguiram manter seus empregos até aqui, estão valorizando mais e mais suas posições e os que “ficaram sem crachá” enfrentam muitas dificuldades para se recolocar, por isso é preciso se adaptar.

Fiquei desempregado, e agora?

1 – Analise suas finanças

A média de recolocação no mercado de trabalho nos dias de hoje tem sido de seis meses ou mais. É preciso analisar as finanças atuais, colocar seus gastos na ponta do lápis além de somar os ganhos de rescisão, multa, seguro desemprego e a sua poupança, para saber durante quanto tempo você consegue se manter fora do mercado de trabalho.

pesquise

Fiquei desempregado, e agora?

2 – Planeje seu orçamento a longo prazo

Após conhecer o seu cenário financeiro atual é hora de planejar seu orçamento. Analise os supérfluos, e se possível reduza ao máximo seus gastos. Desta forma você ganhará mais tempo e terá a tranquilidade que precisa para se reestabelecer.

Fiquei desempregado, e agora?

3 – Organize-se com a papelada e atente-se aos prazos

Mesmo que você faça todos os procedimentos no menor tempo possível, ainda assim não receberá sua primeira parcela do seguro desemprego em menos de 45 dias. Existem prazos a serem cumpridos.

Por exemplo: Muita gente perde o prazo do seguro desemprego por falta de atenção a estes detalhes.

Eu sei que o seguro desemprego não é uma fortuna, mas foi com este dinheiro que eu montei toda a minha plataforma de negócios, paguei o curso que me ensinou a trabalhar online e ajudei meu marido a segurar as pontas em casa.

Além disso existem muitas outras formas de se ganhar renda extra trabalhando em casa para complementar o valor do seguro desemprego e quanto antes você começar a pensar nisto, mais rápido você encontrará alternativas que se encaixam a sua realidade.

Fiquei desempregado, e agora?

4 – Pense nas suas possibilidades

duvidas

Você está desempregado, eu sei que isso é bem chato. Mas por outro lado você agora tem um mundo de possibilidades à sua frente.

Quem sabe não chegou o momento de fazer aquele intercâmbio ou curso no exterior com o qual você sempre sonhou, mas nunca teve tempo.

Ou se você sempre pensou em se livrar da dependência do crachá, do trânsito na hora do rush, das intermináveis reuniões e gerenciar seu próprio tempo, aumentar suas possibilidades de ganhos, ter total autonomia no seu trabalho, talvez esta seja a sua chance de mudar de vida. Neste momento de crise, muitas pessoas tem buscado formas de ganhar dinheiro pela internet, formas de ganhar dinheiro em casa e transformado suas vidas através do empreendedorismo digital.

Conheça a minha história:

>>>> Clique aqui para conhecer o Alex Vargas e o curso Fórmula Negócio Online

Existem inúmeras alternativas e possibilidades para se pensar neste momento. Pesquise muito e tome uma decisão.

Fiquei desempregado, e agora?

5 – Não fique aí parado

Você já pensou nas suas possibilidades, é hora de arregaçar as mangas e colocar em prática.

Seja lá que decisão for, existem ações a se tomar.

Se você decidiu se manter no mercado de trabalho, você precisa revisar o seu currículo, estabelecer contatos, manter-se conectado com pessoas do seu networking, ficar antenado no seu mercado e nas oportunidades.

Se resolveu viajar, é hora de pesquisar as melhores alternativas em relação a custo x benefício.

Se a sua decisão foi a de empreender, o primeiro passo é conhecer o seu novo mercado, aprender o passo a passo para dar início a esta nova fase da sua vida.

Existe uma infinidade de oportunidades para empreendedores que querem trabalhar em casa e ganhar dinheiro em negócios próprios e até mesmo ganhar dinheiro na internet, como foi o meu caso.

Depois de listar os meus próprios pré-requisitos de negócios, encontrei o que considerei o negócio perfeito pra mim – Marketing Digital.

Fiz um curso que me ensinou a estruturar meu negócio do zero e a trabalhar de maneira produtiva e desde então estou colhendo os frutos a cada dia, sempre mais e mais.

Fiquei desempregado, e agora?

Última dicaMantenha-se motivado

O país está em crise e tem muita gente na mesma situação que você. O que pode te diferenciar dos outros é justamente a sua atitude. Você já sabe que tem trabalho a fazer e decisões a tomar.

Escrevi um post sobre motivação e realização de sonhos que você pode ler aqui: O que vem depois?

Não desanime. Mantenha-se motivado e vá a luta.

Lembre-se:

Pé na bunda só empurra pra frente!

fiquei desempregado e agora?

Abraços, boa sorte e até o próximo post.

5 (100%) 1 vote

Comentários

Comentários