Como criar conteúdo autoral

Antes de te explicar como criar conteúdo autoral eu vou resgatar aqui os principais erros que cometemos quando estamos produzindo conteúdo.

Copiar, não seguir um método, não ter uma estratégia, atirar para todos os lados, não analisar os números e desistir.

Como iremos remediar a cópia de conteúdo, que é o primeiro grande erro ao produzir conteúdo?

Criando conteúdo autoral.

Eu vou começar a minha explicação compartilhando um livro que eu acho sensacional:

“Roube como um artista, dicas sobre criatividade” – que ajuda a gente entender como ser criativo na era digital.

Quando nós começamos uma atividade na internet, nós entramos numa bolha, no hiper foco.

Escolhemos seguir somente pessoas que falam sobre aquele determinado assunto sobre o qual também estamos pesquisando e aquele assunto passa a aparecer constantemente para a gente.

Por exemplo: se você está entrando num nicho de confeitaria, marketing digital ou marketing de afiliados e começa a seguir pessoas daquele determinado nicho.

Só gera conteúdo autoral quem consome conteúdo.
Só gera conteúdo autoral quem consome conteúdo.

Aquele tipo de conteúdo irá aparecer o tempo todo para você vindo de fontes diversas, certo?

A primeira atitude importante que se deve ter diante disso é beber dessas diferentes fontes de conteúdo que aparecem para você.

Além disso, ter várias fontes de inspiração diferentes, afinal nós somos frutos do meio ao qual estamos inseridos.

Quem nunca soltou um “oxente” depois de passar uma temporada na Bahia ou quando se convive com Baianos?!

Ser fruto do meio é ser influenciado por comportamentos, hábitos, gírias, frases usadas pelas pessoas que convivem com você dentro desse meio.

Portanto, quando você começa a consumir somente os mesmos conteúdos sempre das mesmas pessoas, inevitavelmente você vai começar a falar igual a elas, produzir conteúdos iguais aos delas, usar imagens parecidas etc.

Voltando ao exemplo do livro, ele diz exatamente isso:

você busca inspirações, começa a acompanhar e consumir conteúdo de pessoas diferentes, de fontes diferentes, pegando um pouquinho de cada uma delas e copiando não a ideia ou o conteúdo, mas elementos de cada fonte para se inspirar.

Ao final você junta diversos elementos de cada uma das suas diferentes fontes de inspiração e cria um resultado original, pois ninguém é fruto daqueles elementos das suas fontes, ninguém será ou fará igual a você!

Mais uma vez, copiar e se inspirar são ações completamente diferentes.

Se inspirar é acompanhar, sintetizar e passar as suas impressões sobre um determinado conteúdo.

Falar com as suas próprias palavras, resumir, contar sobre o que você leu num livro e em inúmeros artigos ou assistiu em um filme, um documentário e inúmeros vídeos do YouTube.

Se transformando dessa forma num produto de todos aqueles conteúdos que você consumiu.

Para gerar conteúdo autoral você precisa consumir conteúdo!

É impossível gerar conteúdo autoral de outra forma.

E quando você sentir que a sua criatividade está atrofiada…

não está fluída, é necessário parar, dar uns passos para trás e olhar o cenário de fora da bolha para entender o que você pode fazer de diferente para ter novas inspirações.

Eu mesma estava me sentindo atrofiada, engessada dentro de mim mesma até entender que eu estava consumindo há bastante tempo tudo dentro da mesma bolha e foi necessário diversificar.

Encontre suas fontes de inspiração.
Encontre suas fontes de inspiração.

Comecei a estudar outras vertentes do marketing digital; conhecer novas pessoas; participar de grupos com pessoas que têm pensamentos e visões diferentes das minhas.

Pessoas que atuam no marketing digital em nichos totalmente diferentes – sobrancelha, cabelo, vendas, pet, confeitaria.

 Ajudando-me a enxergar o marketing digital aplicado de outras formas em outros nichos, não somente no marketing de afiliados;

Participar de mentorias de marca pessoal (branding), criando a possibilidade de aprender mais sobre esse assunto e entender sobre estilo, decoração, moda;

Participar de uma mentoria sobre criatividade com uma mentora que ensina como criar conteúdo até assistindo Netflix ou a partir de uma fofoca que esteja acontecendo na mídia.

E tudo isso fez com que minha cabeça se enchesse de ideias e eu de vontade de sintetizá-las, aplicá-las e compartilhá-las com todos vocês.

Portanto, consumir conteúdo diversificado, de fontes diferentes e criar conteúdo autoral é a melhor maneira de remediar o problema “cópia de conteúdo”.

 

Convido você conhecer o meu curso de Instagram: Insta para Afiliados, onde ensino do zero a trabalhar como afiliado profissional no Instagram.

 

Seja meu aluno no curso Insta para Afiliados. CLIQUE AQUI.

 
Conheça o Insta para Afiliados.
Conheça o Insta para Afiliados.