A primeira impressão é a que fica?

Você já deve ter ouvido que a primeira impressão, a primeira imagem que você passa sobre você ou sobre algo que deseja apresentar, a marca pessoal, causa um impacto muito grande no espectador.

E isso não é apenas uma frase de efeito, ela realmente é verdade.

Por isso eu convidei a Carol Camelo para um bate-papo sobre a importância da primeira impressão e como a imagem pode influenciar as vendas.

Várias sacadas incríveis que você pode aplicar e vão proporcionar melhores resultados tanto na sua vida profissional, quanto pessoal.

Quem é Carol Camelo?

Carol é formada em publicidade e trabalha como Coach de imagem e marca pessoal com dezenas de clientes

Desde 2019 ela fala sobre esses temas no Instagram dela e nos ajuda a usarmos nossa imagem para fazer bons negócios.

Quem é Carol Camelo?
Quem é Carol Camelo?

Mostrando como criarmos uma percepção positiva para os outros, fazendo as pessoas nos enxergarem como realmente somos.

Todo contato que realizamos com outra pessoa, nós criamos uma sensação, imprimimos uma ideia de quem somos.

Cuidar da sua imagem pessoal, da imagem da sua marca, faz com que esse entendimento sobre você fique claro e dentro daquilo que você realmente deseja comunicar.

Como é constituída a primeira impressão?

A primeira impressão, a percepção que os outros têm de você é construída segundo como você se veste, como você se posiciona, como você fala, como você gesticula, os valores que você compartilha.

Um conjunto de dados que fazem com que as pessoas criem uma percepção sobre você.

Como criar uma boa primeira impressão?
Como criar uma boa primeira impressão?

E essa percepção se torna concreta quando as relações são estreitadas, quando o espectador convive mais com você, consome mais aquilo que você compartilha de informação.

Esse conjunto de informações define quem você é e usados por quem passa a te conhecer para definir se ela vai gostar ou não de você.

E não tem regra de certo ou errado aqui. Os pontos principais são quem é você, qual a mensagem que você quer passar e com quem você quer falar.

Quando falamos de marca pessoal como estratégia para vender pelas redes sociais precisamos pensar sempre no público-alvo.

Se o público são mulheres mais vaidosas, que se preocupam mais com a aparência, que se preocupam mais com os status e você aparece de uma forma mais simples, não vai criar conexão com essas pessoas.

Sabendo disso, quando você for aparecer nos seus Stories você precisa parar e pensar na percepção que você deseja passar.

Tudo isso, sempre dentro da sua realidade. Não adianta tentar se comunicar com o público A, se você ainda não é o público A.

Como se expressar para demonstrar sua marca pessoal?

Uma pessoa mais tímida, com muita vergonha, que sente que não vai conseguir aparecer nas redes sociais, tem mais dificuldade de entender como expressar sua marca pessoal.

Muitas delas acreditam que sua marca pessoal não tem impacto.

Ser verdadeira é a chave para sua marca pessoal.
Ser verdadeira é a chave para sua marca pessoal.

Por outro lado, as pessoas mais extrovertidas, com maior habilidade de fala e sem receios de se expor, transparece uma ideia de marca pessoal mais forte e vai conectar com mais pessoas e com mais facilidade.

O que você precisa entender neste ponto é que há tribo para todo mundo e como você é de verdade é o que vai criar conexão com as pessoas na mesma vibração que você, na mesma vibe.

Você não precisa criar um personagem. A grande sacada é conseguir mostrar pelas redes sociais quem você é de verdade.

Muitas pessoas têm dificuldade de mostrar quem são de verdade por insegurança, por medo da reprovação.

Quando falamos de marca pessoa, falamos sobre imperfeição. A imperfeição ela conecta também.

Mostrar sua verdade é essencial para que você se conecte com outras pessoas.

Analisando o poder da marca pessoal no BBB.

O Big Brother Brasil é um excelente cenário para analisarmos marcas pessoais.

Vamos tomar como exemplos algumas figuras que se destacaram em edições recentes como Manu Gavassi e Juliete Freire.

Aprendendo sobre marca pessoal com o BBB.
Aprendendo sobre marca pessoal com o BBB.

Manu Gavassi entrou no BBB com uma campanha de divulgação, comunicação e branding pessoal muito bem alinhados com quem ela é.

Tudo estrategicamente desenhado.

Nos vídeos que eram postados nas redes sociais enquanto ela estava na casa, ela era divertida, criativa, irônica, exatamente da mesma forma que ela agia no programa.

Não havia ruído de comunicação. A mesma pessoa das redes sociais era a pessoa que o público via na TV.

Isso é possível quando a pessoa se conhece tão bem, tem uma comunicação tão boa, que não tem ruído.

Por outro lado, temos a Juliete, que usou naturalmente a sua marca pessoal, sem uma estratégica explícita para construir uma conexão impactante com a audiência.

Ela mostrou quem ela é, vulnerável e com imperfeições. Foi simpática com as pessoas, que acabaram não gostando muito dela.

Ela se manteve na linha de comunicação, firme nas verdades dela e no final ela ganhou o programa e o coração do Brasil.

Tudo isso é sobre ter sua marca pessoal bem clara e criar conexão através dela.

Como criar uma conexão com audiência usando marca pessoal?

Para criar uma conexão com o público que você deseja atingir existe um grande segredo: SEJA VOCÊ!

Mostre seus valores, mostre aquilo que você acredita, seus defeitos, suas vulnerabilidades, é isso que vai criar conexão com as pessoas.

Não tenha medo de ser vulnerável, não tenha vergonha de ser vulnerável e isso vai criar conexão.

Uma ótima indicação de filme para você ver e que aborda claramente o tema vulnerabilidade é um documentário da Netflix chamado The Call to Courage coma Brené Brown. 

Pode parecer um pouco clichê, mas para você criar uma comunidade, para fazer parte de um grupo e ser a referência desse grupo, você só precisa ser você mesmo.

Por onde começar a demostrar quem você é nas redes sociais?

Comece observando as pessoas que você gosta e segue nas redes sociais.

Como elas se apresentam? O que elas fazem e que mostra a você muito sobre elas? Que faz você sentir que conhece essa pessoa?

Instagram é uma excelente ferramenta para apresentar sua marca pessoal
Instagram é uma excelente ferramenta para apresentar sua marca pessoal

Entenda como seus influenciadores criam essa conexão com você e você pode fazer o mesmo para criar conexão com o público que deseja.

Depois disso, crie um ritual simples.

Pela manhã compartilhe como você começa o seu dia.

Arrumando a cama, fazendo e tomando seu café, a vista que você tem da sua casa, imagens do céu.

Você pode dividir a sua arrumação, look do dia, fazendo maquiagem ou arrumando o cabelo.

Se você lê todas as manhãs, compartilhe trechos do livro que você está lendo, resumos do capítulo, sacadas importantes que você teve com a leitura.

Compartilhe sua rotina de treinos, sua meditação ou prática de ioga.

Crie o ritual de compartilhar o que você realmente faz pela manhã. E se você faz todos os dias a mesma coisa, compartilhe.

Tudo que você faz como repetição, com frequência, você fixa na mente das pessoas.

E sim, você vai fazer isso todo dia, não há problema nenhum com isso.

As pessoas passam a associar aquilo que você faz com você e quando elas se depararem com algo parecido, vão lembrar de você.

Exemplo claro disso são as aberturas de novelas. Durante meses você vê a mesma abertura, com a mesma música, todos os capítulos.

Isso te conecta com a história, te prepara para o que será apresentado no roteiro e une você a outras pessoas que sentem a mesma conexão.

Isso é o que acontece quando você usa esses gatilhos de marca pessoal para o seu negócio.

As pessoas vão lembrar mais de você e da sua marca, sem, necessariamente, estar dentro da sua estrutura online, muitas vezes estando até off-line.

Se você está se perguntando se algo tão simples dá certo? A resposta é sim.

É isso mesmo, pare de complicar as coisas. O básico funciona, o simples funciona.

No futuro, se você quiser inovar, criar ações mais criativas, você também pode fazer, mas tendo todas essas experiências como referência.

E se você não fizer o básico, não vai fazer mais no futuro.

Para aparecer nos Stories precisa está arrumada e maquiada?

Tudo depende da comunicação e do que você quer mostrar para as pessoas.

Tem momentos que você quer mostrar que está mais relaxada, quer aparecer mais desarrumada e mostrar que você pode fazer isso se quiser.

Imagem pessoal no Instagram.
Imagem pessoal no Instagram.

Dentro de uma estratégia essa imagem demostra um privilégio, que você pode trabalhar dessa forma.

Mas se você fizer isso todo dia, pode criar uma imagem sem credibilidade, como se você não cuidasse de você mesmo.

E se você não consegue cuidar de você, como você pode ajudar outras pessoas?

Cada pessoas tem uma percepção. Criamos uma percepção do outro de acordo com as mensagens que ele transmite e pela visão que nós temos de mundo.

Se você quer apresentar-se para seu público como uma mulher bem-sucedida e a visão que eles têm dessa figura é uma mulher sempre bem arrumada, maquiada, cabelo bem-feito, você precisa se comunicar sua marca pessoa dentro desse padrão.

Não adianta você se apresentar de uma forma diferente do padrão de visão do seu público, pois isso vai causar um estranhamento.

Então a dica aqui é você ser coerente com o que você vende e com a mensagem que você quer passar.

Eu, Luana, compartilho momentos em que estou mais à vontade e falo da rotina com filho, com cachorro, meus planos para o dia, minha rotina matinal.

Mas quando eu quero falar sobre marketing digital, falar sobre temas importantes, vender os meus produtos, eu quero passar autoridade.

Por isso eu me arrumo para falar com minha audiência.

A ideia é exatamente entender quem você é, quais os assuntos você quer compartilhar.

Com base nisso definir como você quer se apresentar para sua audiência e como a sua audiência melhor se conecta com você.

 

Convido você conhecer o meu curso Insta para Afiliados, onde ensino do zero a trabalhar como afiliado profissional no Instagram.

Seja meu aluno no curso Insta para Afiliados. CLIQUE AQUI.