Disciplina! Porque ela é tão importante?

Disciplina

Há uma história interessante, contada por um oficial que serviu com Napoleão. Ele se chamava Jean Michel, e conta que quando era ainda um soldado, estava montando guarda em um acampamento na campanha da Áustria, em pleno inverno de 1796, quando, de repente percebeu um movimento atrás de si. Virou-se e deu com Napoleão Bonaparte em pessoa. Dizem que ele se contentava com poucas horas de sono e muito cedo, costumava caminhar pelo acampamento, às vezes surpreendendo seus oficiais.

Ele então conversou um pouco com o soldado e, quando estava se afastando, Jean Michel – que agora tremia de emoção mais que de frio -, teve um momento de coragem e atreveu-se a dirigir a palavra a seu comandante supremo:

– Meu general, desculpe minha insolência, mas tenho necessidade de saber uma coisa: que qualidade eu preciso desenvolver para me transformar em um grande general algum dia?

O comandante tardou um instante para assimilar a pergunta, depois sorriu levemente e então disse:

napoleon-33073_1280

– Se você me pede para que eu indique apenas uma qualidade, aquela que poderá algum dia transformá-lo, não só em um grande general, mas em um grande homem, então eu vou lhe dizer, meu jovem. Você precisa desenvolver aquela a partir da qual todas as outras virtudes virão: você precisa ser disciplinado. Só assim você se valerá bem do tempo, nosso bem mais precioso. Quanto a mim, pode ser que, no futuro, eu perca uma batalha, mas jamais perderei um minuto.

Em latim, disciplina, significa ensino, por isso usamos essa palavra também para designar áreas do conhecimento, como matemática, história. Há, portanto, uma conexão entre a disciplina e o aprendizado. Aliás, a palavra disciplina tem a mesma origem da palavra discípulo. O mestre disciplina um jovem para que ele aprenda, se desenvolva, torne-se autônomo e produtivo. O jovem que o mestre disciplina é, portanto, seu discípulo.

No sentido pessoal, a disciplina aumenta nossa capacidade de aprender e, a partir disso, realizar. Quem se disciplina torna-se, ao mesmo tempo, mestre e discípulo. As pessoas disciplinadas são mestres de si mesmas.

As pessoas disciplinadas são mais livres, pois liberta a pessoa da pressão externa e do sofrimento que vem dos sonhos não realizados, das frustrações auto-provocadas, da miséria da desesperança. Uma mente livre é uma mente disciplinada. Aliás, foi o Renato Russo nos disse que “disciplina é liberdade…”.

sonhos4

Esse artigo é de autoria de Eugenio Mussak.

5 (100%) 2 votes

Comentários

Comentários