Um pouco de bom humor não faz mal a ninguém!

Dicas para viver bem no mundo corporativo

Este é um blog de alguém que perdeu seu emprego em meio a essa crise financeira, que aprendeu a superá-la através do marketing digital e quer dividir este aprendizado com você.

O fato de você estar aqui lendo minhas experiências e conhecendo as minhas dicas não significa que você necessariamente também “ficou sem crachá”. Só significa que você está antenado na situação do país, percebeu que uma crise financeira nos atingiu em cheio e quer se informar sobre como obter outras fontes de renda extra, outras formas de ganhar dinheiro, enfim, outras alternativas para manter sua independência financeira.

Muitos dos meus leitores ainda estão em busca de recolocação profissional ou mantém seus empregos e pesquisam essas alternativas de ganho como uma segunda fonte de renda. É por isso que além de ensinar aqui várias formas de ganhar dinheiro na internet, eu dou dicas que também se encaixam no mundo corporativo, onde trabalhei por mais de dez anos.

 

RIR É O MELHOR REMÉDIO!

senhor engraçado rindo e fazendo joínha

Em meio à tensão dos processos seletivos, nada melhor do que fazer uma pausa para descontrair e, inclusive, rir de si mesmo! É a partir dessa premissa que a publicitária Flavia Vianna rege o seu dia-a-dia, oferecendo dicas que não são úteis apenas aos jovens que querem uma vaga de emprego, podendo servir (e muito!) como base para tudo o que forem fazer ao longo da vida!

1) Seja flexível e pense “fora da caixa”. Pensando “dentro da caixinha” você vai ser só mais um criativo no mundo. Fora dela, um criativo que faz a diferença. Invista em neosinapses, sempre.

2) Estude as pessoas, seu comportamento e seus valores. A criatividade efetiva funciona quando consegue atingir o outro. Quanto mais imprevisível e em confluências com os valores do seu alvo, melhor.

3) Sua criatividade é infinita. O “momento certo” [ou timing] e as oportunidades são pontuais. Concilie sempre estas três variáveis. Criatividade sem timing deixa passar oportunidades valiosas. Saiba a hora de parar o processo criativo para colocar as idéias em prática.

4) Idéias que guardamos para nós mesmos e não são compartilhadas podem ser criativas, mas não valem muita coisa, porque não são concretizadas, divididas ou vivenciadas por outras pessoas.

5) Naum tenha medu di herrar. Perfeccionismo é doença. O que você precisa é ser competente e profissional para emplacar ideias criativas, que podem fazer a diferença em um contexto.

6) Criatividade e bom humor costumam ser um ótimo casamento. A dama de honra é a ética, que leva a aliança pro altar.

7) Nunca, ninguém, por melhor que seja, vai saber tudo sobre criatividade ou ser o melhor criativo do mundo. O potencial criativo é um recorde diariamente quebrado pelo mundo afora. Ainda bem.

8 ) Seja livre. Em todos os sentidos que puder imaginar (e liberdade não é libertinagem, claro) E principalmente, seja livre pra pensar.

9) Surpreenda pelo inesperado.

10) Nunca termine uma lista de dicas no número 10. É tão previsível e comum, que vão achar que você não é criativo. E não esqueça: não tenha medo de errar! 😉

Se você chegou até aqui meus parabéns. Você não é normal mas pelo menos é paciente. Obrigada pela força e pelo incentivo. De perto eu não sou muito normal, mesmo. Mas sou, de longe, bem mais complicada que qualquer texto poderia dizer sobre mim.

Artigo escrito por Flavia Vianna

Você pode ler mais artigos sobre motivação e desenvolvimento pessoal clicando aqui.

Abraços, sucesso e até o próximo post.

Rate this post

Comentários

Comentários